Memória das Vigílias


Edição 15
De 29 de Outubro de 2004 à 30 de Outubro de 2004

XV Vigília do Canto Gaúcho

 

Essa edição da Vigília foi realizada em duas etapas, como segue:

·         Etapa Regional: Foram inscritas sessenta e quatro (64) composições, das quais, após triagem, foram escolhidas dez (10) para concorrer durante o Evento no dia 28/08/2004, no CTG Tropeiros da Lealdade – nessa noite duas (02) músicas foram escolhidas para integrar o CD e concorrer durante a etapa estadual. As duas concorrentes selecionadas foram “Herança”, chamarra de autoria de João Rafael Chiappetta e Clenio Bibiano da Rosa e “Sombras Milongueiras”, milonga de Péricles Almeida e Airan Cardoso e Marcelo Azambuja.

·         Etapa Estadual: Foram inscritas trezentos e vinte e duas (322) composições e, destas, foram escolhidas doze (12), que, somadas às duas vencedoras da etapa regional, subiram ao palco nos dias 29 e 30 de outubro de 2004, no Ginásio D. Pedro I.

 

     A comissão julgadora foi composta por César Oliveira, Diego Caminha, Nelcy Vargas, Rogério Villagran, Vaine Darde (etapa estadual), João Carlos Tavares, Vera Balardin, Patrocínio Dávila, Hélio Martins de Vargas e Enio Medeiros.

    

     As composições vencedoras foram: primeiro lugar – troféu “Cachoeira dos Arrozais” – “É Bem Assim”, chamarrita de Anomar Danúbio Vieira (letra) e Marcelo Caminha (música), interpretada por Joca Martins e Rogério Mello; segundo lugar – troféu “Rio Jacuí” – “De Volta da Palmeira”, milonga com letra de Márcio Nunes Corrêa e música de Fabiano Bachieri; terceiro lugar – troféu “Ponte de Pedra” – “Mate do Estrivo”, toada de Rogério Ávila (letra) e Leôncio Severo (autor da música e intérprete); “Melhor Arranjo” – troféu personalizado – “Quando a Saudade Se Agranda”, chamarrita de Rodrigo Bauer (letra) e Joca Martins (música e interpretação); “Música Mais Popular” – troféu personalizado – “Ritual Crioulo de Um Domingo de Carreira”, vaneira de André Oliveira e André Teixeira, interpretada por Ian Terres; “Melhor Instrumentista” – troféu personalizado – Elias Rezende; “Melhor Poesia” – troféu personalizado – “De Volta da Palmeira”, milonga de Márcio Nunes Corrêa e Fabiano Bachieri, interpretada pelos mesmos.

 

     Os shows foram realizados por Luiz Marenco, Joca Martins, “Os Fagundes” e César Oliveira e Rogério Mello.

 

     Foram confeccionados mil (1000) CDs para a comercialização durante o Evento.

 

 




voltar


Ouça as Músicas

As músicas vencedoras agora disponíveis
para ouvir ou baixar




Últimas Notícias


Nenhum registro encontrado.

Leia mais notícias