Memória das Vigílias


Edição 17
De 03 de Novembro de 2006 à 04 de Novembro de 2006

XVII Vigília do Canto Gaúcho

 

Essa edição da Vigília aconteceu novamente em duas etapas, como segue:

·         Etapa Municipal: Essa etapa aconteceu no dia 19 de maio de 2006, no CTG José Bonifácio Gomes. Foram inscritas trinta e cinco (35) composições e, destas, no dia 10 de maio, após triagem, foram selecionadas quinze (15) para concorrer. Após as apresentações, a comissão julgadora, formada por Miguel Bicca, Patrocínio Vaz Ávila, Ruy Felten, Jeferson Gomes Moscado e Vera Balardin, escolheu as três (03) composições para integrar o CD e concorrer em igualdade com as treze (13) músicas da etapa estadual. As músicas selecionadas foram: “Virando o Fio”, letra de Mateus de C.Neves da Fontoura e música de André Neves da Fontoura; “Olhos Costeiros”, letra e música de Ezequiel da Rosa; “Uma Tora Solitária”, letra de Rafael T. Chiappetta e música de Tiago Souza. A apresentação do Festival ficou com Délcio Balardin e Marcilei T. Caetano.

·         Etapa Estadual: Essa etapa realizou-se nos dias 3 e 4 de novembro de 2006, no Ginásio D. Pedro I. A triagem aconteceu nos dias 17 e 18 de julho. Dentre as quatrocentos e vinte e duas (422) composições inscritas, escolheram-se treze (13) que, somadas às três da etapa municipal, subiram ao palco para concorrer.

 

     A premiação foi a seguinte: primeiro lugar para “Na Cruz do Meu Zaino”, letra de Rafael T. Chiappetta e música de Nilton Ferreira;  segundo lugar para “Vilera”, letra de Rogério Ávila e música de Adriano Gomes; terceiro lugar para “Olhos Costeiros”, letra e música de Ezequiel Rosa; “Melhor Poesia” para “Na Cruz do Meu Zaino”, letra de Rafael T. Chiappetta e música de Nilton Ferreira; “Melhor Melodia” para “De Bandear Querência”, letra de Fernando Soares e música de Juliano Gomes; “Melhor Arranjo” em “Para Um Índio”, letra de João Sampaio e Noel Guarani e música de Edilberto Bérgamo; “Melhor Grupo Instrumental” para “Vilera”, letra de Rogério Ávila e música de Adriano Gomes; “Melhor Instrumentista para Artur Bonilla; “Melhor Intérprete” para Mateus Leal; “Música Mais Popular” para “Virando o Fio”, letra de Mateus de C. Neves da Fontoura.

 

     A comissão julgadora foi composta por Miguel Bicca, Patrocínio Vaz Ávilla, Alex Silveira, Lúcio Yanel, Leonel Gomes, Carlos Madruga e Diego Espíndola.

 

     Foram realizados shows com Mano Lima, César Oliveira e Rogério Mello, Wilson Paim e Grupo “Rastros Y Milongas”.

 

     O Festival ficou registrado na confecção de mil (1000) CDs, colocados à venda durante o mesmo.

 




voltar


Ouça as Músicas

As músicas vencedoras agora disponíveis
para ouvir ou baixar




Últimas Notícias


Nenhum registro encontrado.

Leia mais notícias